7 de agosto de 2017

MocaReviews | Lola and the Boy Next Door



Depois de ontem vos ter falado do primeiro livro da autora Stephanie Perkins, hoje falo-vos do segundo - Lola and the Boy Next Door. Este foi publicado pela primeira vez em 2011 e a minha edição foi publicada no Reino Unido pela Usborne Publishing em 2014. Em Portugal, eu não sei se o livro se encontra traduzido ou não. 

Vamos então à sinopse? 
Sinopse: A designer em ascensão Lola Nolan não acredita em moda... ela acredita em costume. Quanto mais expressivo o outfit - quanto mais cintilante, mais selvagem - melhor. E a vida está bastante perto de ser perfeita para a Lola, especialmente com o seu namorado rocker.
Isto é, até que os gémeos Bell, Calliope e Cricket, voltam para o bairro e desenterram um passado de mágoa que a Lola pensou estar enterrado há muito tempo. Portanto quando o talentoso inventor Cricket sai da sombra da irmã gémea e volta para a vida da Lola, ela tem de enfrentar uma vida inteira de sentimentos pelo "rapaz da porta ao lado".



Opinião: Eu li, na verdade eu devorei, este livro em nove horas. Sim, nove horas foram o suficiente para eu ler mais uma história YA escrita pela maravilhosa Stephanie Perkins. 
Este é o segundo livro da “triologia” e São Francisco foi o cenário escolhido para acolher esta história maravilhosa, mas também cheia de mal-entendidos, protagonizada por uma rapariga que adora disfarces e o rapaz que esteve lá desde o início. Apesar de este ser o segundo livro, e de conter personagens do primeiro, não é necessário ler o primeiro para entender a história, que segue mais ou menos as mesmas linhas orientadoras do primeiro, sem soar a repetição. Portanto, eu também adorei a história e fiquei triste quando acabou porque gostava de ter mais informação sobre o futuro dos personagens, algo que espero ver resolvido no terceiro e último livro (que pena que ainda não o tenho comigo). Ah! E também acho que a adaptação cinematográfica é necessária, principalmente porque não há produções suficientes que ocorram em São Francisco. 

Espero que tenham gostado? Já conheciam este livro?
Beijinhos e até à próxima.

6 de agosto de 2017

MocaReviews | Anna and the French Kiss

Hoje a review é do primeiro livro da autora americana Stephanie Perkins, Anna and the French Kiss (em português: Anna e o Beijo Francês). Este livro foi publicado em 2010, pela primeira vez, e a minha edição foi publicada no Reino Unido pela Usborne Publishing, em 2014. Em Portugal, é um livro editado pela Editora 5ª Essência. 

Depois de todos estes pormenores desinteressantes devem querer uma sinopse não? Então cá vai!

Sinopse: A Anna tinha tudo planeado - ela estava prestes a começar o senior year com a sua melhor amiga, ela tinha um bom emprego ao fim-de-semana, e o relacionamento com a sua crush do trabalho parecia que poderia estar a avançar... Até que o pai dela decide enviá-la para Paris ou para 4383 milhas de distância. Sozinha.
Mas apesar de não falar uma única palavra em Francês, a Anna faz novos amigos, incluindo Étienne St. Clair, o inteligente, lindo rapaz do piso de cima. Mas ele está comprometido - e a Anna pode estar também. Será que um ano de romantic near-misses vai acabar com o beijo francês de que ela está à espera?


Agora que já sabem do que se trata, vou dizer-vos o que achei do livro.
Este é o tipo de história que me deixa curiosa para saber quando e como é que o casalinho vai perceber que não pode fugir mais ao amor que sente. Assim, a história da Anna e do St. Clair (não acho apropriado chamar-lhe Étienne, e se lerem o livro vão perceber porquê) é tão fofa e tão cheia de mal-entendidos, que só dois adolescentes apaixonados conseguem inventar, que chega a ser hilariante ler e imaginar tudo. Sinceramente, é dos melhores YA que já li, em termos de história, personagens e escrita, e não acredito que demorei tanto tempo para o terminar, quando claramente o conseguia fazer em menos de um dia.
Com tudo isto, juro que não entendo como é que este livro ainda não foi transformado em filme, este e os outros dois que compõem a "triologia". Imaginem os cenários Paris, Atlanta, São Francisco e Nova Iorque e também os personagens que se movem com a história e os seus cenários principais.

Espero que tenham gostado. Já tinham ouvido falar deste livro? E da autora?
Beijinhos e até à próxima.

28 de julho de 2017

Haul | Maquillalia + Nyx



Hoje venho mostrar-vos o resultado da minha primeira compra na Maquillalia, durante a primeira semana de saldos deles, assim como as últimas coisas que comprei na loja da NYX no Forum Coimbra.


Na caixa de descrição do vídeo coloquei os links dos produtos mencionados, pelo menos para aqueles que encontrei.



Espero que tenham gostado. Já experimentaram algum destes produtos? Qual a vossa opinião sobre eles? Sobre qual gostavam que fizesse um #MocaReviews primeiro?
Beijinhos e até à próxima.

19 de julho de 2017

MocaReviews | Spider-Man Homecoming


Hoje estou aqui para vos falar do que achei do novo filme do universo Marvel, sobre aquele que é dos super-heróis mais famosos do mundo - Spider-man ou Homem-Aranha.

Esta nova encarnação do herói de Queens é protagonizada por Tom Holland e foi-nos apresentada em Captain America: Civil War. Agora posso confessar uma coisa? Quando foi anunciado que era ele o novo Spider-man eu não fiquei muito feliz, por ser grande fã do Andrew Garfield, mas depois de ver a sua prestação em Civil War, a minha opinião mudou. Agora, acho que ele é fantástico para esta versão da personagem, principalmente depois de ver o seu filme a solo.


E é precisamente para vos falar sobre ele que estou aqui hoje. O filme começa com a limpeza e reconstrução de Manhattan após tudo o que aconteceu no filme Avengers, há um salto temporal para um "vlog" feito pelo Peter quando foi para Berlim, como vimos em Civil War e depois há outro salto temporal para o presente, com o Peter na escola. E é basicamente isso que temos durante o resto do filme: o Peter Parker a tentar conjugar a sua vida académica com a de super herói, com a ajuda do Tony Stark, que se torna o seu mentor e que está pronto para lhe ensinar uma ou duas coisinhas.



Agora, a minha opinião. Eu estava muito ansiosa para ver o filme, pois tinha grandes expectativas e posso confirmar-vos que não fiquei desiludida. Achei que houve um bom balanço entre as cenas de heroismo vs as de um adolescente normal e que a história evoluiu naturalmente. As cenas mais cómicas tinham realmente piada e, no geral, fizeram sentido. Ah! Já me ia esquecendo de falar no elenco, que foi maravilhosamente escolhido, principalmente a Zendaya como Michelle, a Marisa Tomei, como Tia May e o ator que interpreta o Ned, melhor amigo do Peter. Não incluí o Tom, porque ele está subentendido. Quando ao Michael Keaton no papel de vilão, só vou dizer que sempre que o via a usar as asas, me lembrava de Birdman (e eu não gostei do filme).



Para terminar, quero apenas dizer que uma das minhas cenas favoritas ocorre quando ele está a escalar o Washington Monument (não é spoiler, aparece no trailer) e que gostei imenso que tenham incluído o tema de uma das séries animadas no genérico.

Espero que tenham gostado. Já viram o filme? O que acharam? Qual o vosso Spider-Man favorito: o Tobey Maguire, o Andrew Garfield ou o Tom Holland?
Beijinhos e até à próxima.

14 de julho de 2017

MocaGoesTo | Palácio de São Marcos



Como vos tinha dito no post com o look do casamento & batizado, hoje trago-vos as fotografias do local onde este se realizou, o Palácio de São Marcos, e de uma ínfima parte da decoração que estava linda.



Este é um local que fica em São Silvestre, perto de Coimbra e do qual eu desconhecia completamente a existência, mas que achei tão bonito que tinha que vos mostrar mais fotos.


Altar da capela



Bolo do batizado, ou seja, Cupcakes


Até o Mickey e a Minnie fizeram uma aparição!

A melhor mesa 😊


Espero que tenham gostado. Conheciam este palácio? O que acharam da decoração?
Beijinhos e até à próxima.

12 de julho de 2017

LookdaMoca #4 | Casamento & Batizado V L R



Hoje o #LookdaMoca é de cerimónia, tendo sido utilizado no casamento do meu primo e batizado do filho dele, que se realizou no fim de semana passado, no Palácio de São Marcos, perto de São Silvestre, Coimbra.


Eu escolhi um vestido vermelho com um detalhe de croché/renda nas costas, mala e sapatos pretos e acessórios prata. Mais simples não podia ser! Ah, e com o cabelo fiz um apanhado com duas tranças, que mais tarde foi decorado com uma rosa branca que uma das minhas primas pequenas me ofereceu.

Vestido: Loja local
Sapatos: Loja local
Brincos: não me lembro
Colar & Pulseira: Magnólia
Mala: Rodier


Eu não sei porquê mas adorei este look, por ser confortável, simples e bonito. E claro que também adorei o cenário, por isso mesmo o próximo post vai ser inteiramente dedicado ao Palácio de São Marcos. E vocês, o que acharam?
Beijinhos e até à próxima.

10 de julho de 2017

FavoritosdaMoca | Junho 2017



Depois de muito adiar, aqui estão os meus favoritos de junho, que na verdade, são favoritos do fim de maio e de junho, graças a dois momentos importantes que ocorreram depois de já ter gravado e editado o vídeo de maio.

Hoje vão poder encontrar filmes, música, uma série que se tornou das minhas favoritas, uma aplicação salva vidas entre outras coisas.


Espero que tenham gostado. Quais foram os vossos favoritos de junho? Já experimentaram o champô seco da Tresemmè?
Beijinhos e até à próxima.

7 de julho de 2017

Moca Talks About... Dear Evan Hansen



Estou de volta e desta vez, para vos falar de um outro musical, que está a dar que falar do outro lado do Atlântico, Dear Evan Hansen, e que se tornou o meu novo musical favorito. 

Como devem imaginar, sendo ele um favorito tenho várias coisas para dizer a respeito e foi por isso mesmo que, em vez de escrever um post com três quilómetros de comprimento, resolvi gravar um vídeo, que apesar de longo está curto (a versão original tinha mais de uma hora).



Como já vos dou todo o tipo de informação sobre este musical no vídeo, inclusivamente links para a banda sonora, performances e covers que me fizeram apaixonar por este projeto, por aqui vou apenas mostrar-vos as minhas quotes favoritas das músicas que o compõem.


Espero que tenham gostado. Acham que o Evan agiu de forma correta? O que fariam se estivessem na situação dele?
Beijinhos e até à próxima.

5 de julho de 2017

5 Coisas que Quero Fazer Este Verão

Depois de semanas de estudo intenso para as frequências finais, apresentações e exames, estou de volta ao blog (apesar de ainda ter de estudar para a época de recurso). Tenho vários vídeos e posts planeados, alguns que até já deveriam ter sido publicados, portanto assim que esta época terminar, dedicar-me-ei de corpo e alma a este hobbie que tanto adoro e colocarei a casa na ordem. 

Por enquanto, resta-me sonhar com esse tempo e falar-vos de cinco coisas que realmente quero fazer durante os próximos meses.

1. Tornar-me uma morning person
Desde pequena que gosto de dormir, era capaz de dormir uma "sesta" de várias horas durante a tarde, estar acordada durante três ou quatro (para jantar e ver as novelas) e depois arranjar sono para dormir durante toda a noite sem parar. Hoje em dia, tenho bastante dificuldade em adormecer (ou ter sono) antes da meia-noite e ter a necessidade de me levantar cedo é um pesadelo para mim. Por isso, decidi que me vou (tentar) educar para me deitar cedo e acordar cedo (antes das 8h), para conseguir aproveitar melhor os meus dias. 

2. Conduzir mais
Tirei a carta de condução em fevereiro e desde então tenho de confessar que não usufrui dela tantas vezes quanto seria espectável, principalmente se tiver em conta a dificuldade que o meu pé esquerdo tem em lidar com o pedal da embraiagem, de forma natural.

3. Ir à praia
Tenho mixed feelings em relação à praia, adoro ir mas não durante muito tempo, porque me canso de não ter mais nada para fazer além de estar na areia ou no mar. Portanto, como moro relativamente perto de várias praias e preciso de conduzir mais, pretendo ir à praia mais vezes e tentar perder esta cor de Branca de Neve.

4. Treinar os cães
Desde novembro que moram dois cães cá em casa, o Marley e a Leia, e treiná-los é sem dúvida uma prioridade, principalmente no que diz respeito a não entrarem dentro de casa ou saírem em direção à estrada sempre que vêm o portão aberto.

5. Conhecer um pouco mais de Portugal
Tenho a sorte de, ao longo da minha vida, ter tido a possibilidade de conhecer cidades fantásticas como Londres, Paris e Roma. Mas, recentemente dei por mim a pensar que, de certa forma, conheço melhor estas mesmas cidades do que o meu próprio país. Portanto, decidi que durante o verão quero conhecer melhor Lisboa, Porto e Aveiro (mas se tiverem outras sugestões também aceito).

Espero que tenham gostado. Quais são os vossos planos para o verão?
Beijinhos e até à próxima.

7 de junho de 2017

MocaReviews | Pincéis Zoeva (Dupes)



Hoje venho falar-vos de um conjunto de dupes dos pincéis da Zoeva, que comprei no final do ano passado no AliExpress. Sei que o poderia ter feito mais cedo, mas achei que seria melhor utilizá-los todos (ou quase) para ter uma opinião bem formada, sobre cada um. 

O conjunto é formado por 15 pincéis: seis de rosto e nove de olhos, e pela necessaire, que é super prática para os transportar, mas sobre a qual tenho que dizer que o fecho é péssimo. Quanto aos pincéis tenho a dizer que vieram muito bem acondicionado, e que, para o preço que paguei, são realmente muito bons.

Face: 102 Silk Finish | 104 Buffer | 106 Powder | 110 Face Shape | 128 Cream Cheek | 142 Concealer Buffer


Olhos: 223 Petit Eye Blender | 227 Luxe Soft Definer | 228 Luxe Crease | 231 Luxe Petit Crease | 234 Luxe Smoky Shader | 235 Contour Shader | 315 Fine Liner | 317 Wing Liner | 322 Brow Line





A primeira coisa que fiz quando os recebi foi lavá-los, e fiquei impressionada pelo facto de não terem caído cerdas durante a lavagem e por terem mantido a forma quando secaram. E, depois de seis meses a utilizá-los non-stop, acho já vos posso dizer com segurança que valeram completamente a pena e que estou apaixonada pelo acabamento que deixam na maquilhagem, especialmente a base e as sombras. Como é óbvio já tive tempo para perceber quais são os meus favoritos, baseando-me no facto de todas as semanas os levar comigo para Coimbra e são eles: o 110, o 128, o 106, o 104, o 102, o 227, o 228, o 223 e o 234.

Concluindo, eu estou mesmo impressionada e feliz com eles, principalmente porque as únicas coisas em que se nota que não são originais é no fecho da bolsa e no facto das letras estarem a desaparecer dos cabos dos pincéis que mais uso.



Espero que tenham gostado. Qual é a vossa opinião sobre dupes de pincéis? 
Beijinhos e até à próxima.