21 de junho de 2014

Happy Birthday!!!


Parabéns!!!

Para quem não sabe (tipo, toda a gente), já lá vai um ano desde que criei o My Curly Craziness e estou muito feliz por ter chegado até aqui com ele. Claro que ainda há muito que aperfeiçoar, como a minha dedicação, e também muito que aprender mas com o tempo tudo se arranja, não é verdade?

Até ao próximo post. E mais uma vez, Parabéns para ti!!!

P.S.: Parabéns também à minha amiga Madalena, dona do Pomarão. Muitas felicidades para amiga!

17 de junho de 2014

Livro: Why We Broke Up



Já ouviram falar do livro Why We Broke Up? Não? Eu também não, até que a minha amiga Mónica Poim me indicou este livro maravilhoso que vos vou indicar agora. (Muito obrigada amiga, estou-te eternamente agradecida!)

O livro foi escrito pelo Daniel Handler e ilustrado pela Maira Kalman, é em inglês (não sei se a tradução já está disponível em Portugal) e tem 354 páginas, logo não é um livro muito grande e dá perfeitamente para ler num só dia. Ah, e para quem tiver medo de ler por causa da linguagem, não se preocupe porque, na minha opinião, ela até é acessível.

A primeira ilustração é da caixa que contém todos os objetos. As restantes são de alguns dos objetos presentes na caixa. Alguém consegue não gostar destas ilustrações?














SINOPSE: Min Green é uma adolescente que, após o seu curto namoro com a estrela de basquetebol da escola, Ed Slaterton, ter terminado, deixa à porta do ex uma caixa com objetos relacionados com tempo em que namoraram e com eles uma LONGA carta em que justifica o fim do namoro deles e o porquê de aqueles objetos estarem ali. Entre os objetos estão: um livro da irmã dele, um camião de brinquedo, brincos, bilhetes de cinema, entre outras coisas bastante variadas.

No fim percebemos que já todos passámos por uma situação amorosa que nos deixou de coração partido e não vamos conseguir não nos identificar com algum bocadinho, por mais pequeno que seja, da história.

Alguém ficou curioso para ler?

P.S.: Correm boatos por essa Internet fora de que este livro vai ser adaptado ao cinema. Felicidade!!!

5 de junho de 2014

Serei viciada em séries?


Quem é que nunca viu uma série na vida? Quem é que nunca sonhou viver a vida daquela personagem fantástica ou até mesmo viver dentro da sua série preferida? Pois é, acho que ninguém pode responder negativamente a estas perguntas. Toda a gente tem a sua série favorita (ou várias como eu) e ninguém escapa a este fenómeno televisivo.

Eu, por exemplo, devia ter uns 5 anos quando vi Friends pela primeira vez, claro que eu mal sabia ler legendas e muito menos entendia o que eles diziam mas mesmo assim gostava de ver a série (na altura nem sabia o que era uma série) e fazia birra se alguém quisesse mudar de canal.

Mas hoje não vou falar sobre as séries que vejo e sim daquilo que me pode tornar uma viciada em séries. Já tinha lido várias notícias e textos sobre este assunto e também já vi um documentário sobre isto mas nunca tinha dado importância à situação até ler um artigo no site da RTP, juntar a informação toda e pensar: "O que raio é que andas a fazer?"

Segundo este artigo, os sintomas são:
1. Sonhar com personagens das séries.
2. Ter um personagem como ídolo.
3. Fazer maratonas a ver séries porque não resiste a esperar pelo dia seguinte.
4. Ficar muito ansiosa(o) para ver o próximo episódio.
5. Nas conversas que tem, o tema Séries é obrigatório.
6. Saber expressões de personagens de cor.
7. Ficar deprimida(o) quando uma série acaba.
8. Saber de cor o nome dos episódios.
9. Fazer pesquisas sobre as séries ou entrar em contacto com outros fãs para trocarem opiniões.
10. Acabar de ver uma série e começar a ver outra.

Portanto, se te identificas com a maioria destes sintomas e reconheceste mais de metade das séries na imagem acima, podes-te considerar uma pessoa viciada em séries.
Quanto a mim, o veredicto é que... Sou uma viciada em séries! E tu?